compras

15 de março – Dia mundial do consumidor

CONAR

No dia mundial do consumidor, é justo destacar a importância do CONAR (Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária) órgão a serviço do consumidor, que tem como dever evitar a veiculação de campanhas de conteúdo enganoso, ofensivo ou abusivo, mantendo a ética dentro da publicidade.

No final dos anos 70, em meio a ditadura militar, uma ameaça do governo visava censurar todas as propagandas que iam ao ar, onde somente depois de um carimbo escrito “de acordo” dado pelos agentes federais, é que as publicações poderiam rodar. Não tendo a população nenhum tipo de acesso, ou direito de opinar.

Diante desse cenário, os redatores Mauro Sales e Caio Domingues instituíram no III Congresso Brasileiro de Propaganda uma proposta de auto-regulamentação para estes anúncios, lutando contra a censura e pelos direitos criativos. O CONAR foi criado em 1980, dois anos após a luta dos publicitários no congresso de propaganda, a diferença, é que o órgão não avalia uma propaganda antes de ir ao ar, ele só age a partir do momento em que alguém tem alguma queixa sobre algum anúncio.

É uma ONG encarregada de fazer valer o Código Brasileiro de Auto-regulamentação Publicitária, seu objetivo é promover conciliações entre associados em conflito. Não é, nem de longe, uma entidade conservadora, nem poderia, pois publicidade e conservadorismo decididamente não combinam. Repudia qualquer tipo e não exerce em nenhuma hipótese censura prévia sobre peças de propaganda.

Os preceitos básicos que definem a ética publicitária são:

  • Todo anúncio deve ser honesto e verdadeiro e respeitar as leis do país.
  • Deve ser preparado com senso de responsabilidade social, evitando acentuar diferenciações sociais.
  • Deve ter presente a responsabilidade da cadeia de produção junto ao consumidor.
  • Deve respeitar o princípio da leal concorrência e deve respeitar a atividade publicitária e não desmerecer a confiança do público nos serviços que a publicidade presta.

Vale lembrar, que não só para nós publicitários, mas para todos os consumidores, essa é uma das grandes conquistas na história da luta em relação a liberdade de expressão.

Fonte: www.conar.org.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>