Ações de publicidade com drones

Você sabe o que são drones? Então, prepare-se! Você vai ouvir falar muito disso por aí.

Os drones são veículos aéreos não tripulados, e a principal utilidade tem sido em serviços de imagens. Eles são muito utilizados na agricultura para monitorar lavouras, também são usados por empresas de segurança, construção civil, eventos, inspeções técnicas e no setor imobiliário.

Analisando esses usos, o mercado publicitário se interessou pelo equipamento e já pensou em diversas ações que podem ser realizadas para atrair a atenção do público e da mídia. É um serviço diferente, que com a união de um bom time de desenvolvedores que pensam fora da caixa e um bom planejamento estratégico, podem gerar peças publicitárias bem diferentes e de muito sucesso.

Além de um novo ângulo para filmagens, o mercado publicitário encontrou nos drones uma possibilidade de chamar atenção do seu público. Como foi o caso da Baby Dove, primeira linha de produtos para bebê da Unilever no Brasil. Eles realizaram uma ação no início desse ano, no Rio de Janeiro, onde o equipamento com um pano branco amarrado ao bico, parecendo uma cegonha, sobrevoou a Lagoa Rodrigo de Freitas e entregou para as mamães que passavam por lá, um sabonete líquido para bebê.

Em outros países, existem campanhas como: filmagens utilizando takes aéreos; filmagens de esportes em um ângulo completamente novo; aplicativos de interação com drones (uma ducha de água na praia, um drone garçom); drone com projetor; etc. Além de tudo isso, há vantagens também na exposição orgânica (SEO), visto que essas ações diferentes geram muitas menções em diversas mídias online.

Ficou interessado? O investimento em um drone pode começar em US$ 2,5 mil ( o equivalente a R$ 5,2 mil), alguns modelos chegam a custar muito mais. No Brasil, há cerca de dez fabricantes e a venda é permitida, mas a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) restringe o uso dos equipamentos. Além disso, é necessário obter autorização do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>